10 dicas básicas de SEO

SEO Básico: entendendo o ranking das pesquisas no Google.

Planejamento.Marketing
18/07/2021

Reunimos algumas dicas de SEO Básico (Search Engine Optimization – otimização para mecanismos de busca) para que você possa melhorar o desempenho do seu site nos resultados de pesquisa do Google.

Por que nosso site não aparece na primeira página do Google?

Essa é uma das perguntas que os profissionais de Marketing mais ouvem ao longo da sua carreira profissional.

A expectativa de todos na empresa, inclusive do time de Marketing, é que o site tenha um excelente desempenho nas buscas do Google. Porém, muitos profissionais de outras áreas não têm conhecimento sobre como obter esse resultado e acreditam ser fácil atingir esse objetivo.

É preciso alinhar as expectativas de forma profissional. O profissional de Marketing deve esclarecer sobre o esforço que deve ser empreendido para atingir um bom resultado e avaliar o quanto a empresa está disposta a investir para o seu site tenha um bom ranqueamento do seu site no Google.

Neste texto, vamos mostrar um jeito de responder a esse questionamento e, ao mesmo tempo, ajudar profissionais de Marketing a traçarem um plano inicial em busca de melhores resultados do site na busca do Google.

Entendendo o negócio do Google Buscador

Às vezes esquecemos que o Google Buscador é um serviço. Apesar de ser um serviço gratuito, como uma empresa séria, o Google quer prestar o melhor serviço.

O serviço do Google Buscador é entregar o conteúdo mais relevante para o que o usuário que pesquisa. Quando nós, usuários, fazemos uma pesquisa em um buscador, a nossa expectativa é encontrar sites que tragam o melhor conteúdo para o quê estamos buscando.

Então, o negócio do Google Buscador é entregar para o usuário o melhor conteúdo para suas buscas. Ele deve fazer isso melhor do que outros buscadores. Por que a maioria das pessoas preferem o Google ao Bing? Porque acreditam que o Google vai entregar melhores resultados, resultados mais assertivos.

Como o Google faz para entregar os melhores resultados de pesquisa?

Para entregar o melhor conteúdo para seus usuários, o Google desenvolveu uma tecnologia, um algoritmo, que, além de procurar pelo conteúdo em milhões de sites, apresenta os resultados em uma ordem de relevância.

O Google presta dois serviços para o usuários:

  1. Procurar sites com conteúdos relacionados à busca: Seu site precisa ser “achado”, “lido” pelo Google.
  2. Mostrar os sites em uma ordem de relevância, sites com maior relevância aparecem na primeira página: Seu site precisa ser considerado como um site relevante para o Google.

Como meu site pode ser achado pelo Google? (SEO)

Na procura pelo conteúdo, o algoritmo do Google faz uma associação das palavras que estão na busca com as palavras que estão nos sites. Isso significa que o Google encontra palavras, ele não “lê” imagens. Portanto, o site precisa ter textos com palavras relacionadas à determinada busca.

Primeira dica de SEO: seu site precisa ter palavras que seu público-alvo provavelmente usaria nas buscas no Google.

Essas palavras devem estar nos textos do site, no código do site (Meta Tags) e “por trás das imagens” (atributos Title, Alt e descrições).

Planeje muito bem o conteúdo que seu site trará e use palavras-chave que seu público-alvo provavelmente usará no Google.

Segunda dica de SEO: coloque o seu site no Google Search Console.

Quando você adiciona o domínio do site no Google Search Console, você garantirá que seu site será lido pelo Google. Em uma analogia bem simples, é como se você colocasse seu site no “catálogo” de sites do Google. A ferramenta é gratuita e com ela você garante que o Google “saberá” que seu site existe. O Google Search Console ainda traz diversas análises sobre palavras usadas nas buscas que levaram visitantes ao seu site, dentre outras análises.

Terceira dica de SEO: crie um blog.

O objetivo maior de ter um bom ranqueamento no Google é levar visitantes para o site, para que eles conheçam suas soluções. Um post de blog tem muitas palavras, usando muitas palavras aumenta a chance do Google achar sua página e associá-la a palavras usadas em determinadas buscas.

Você pode criar o blog em um diretório (ex.: seusite.com.br/blog) ou em um subdomínio (ex.: blog.seusite.com.br).

Usando em um diretório, as palavras estarão associadas diretamente ao domínio do seu site. Usando em um subdomínio, as palavras não ficam associadas ao domínio principal, o Google considera um subdomínio como um novo domínio, um novo site. Avalie o melhor para seu site neste artigo. Para buscar um bom posicionamento nos buscadores, recomendamos a criação do blog em um diretório (ex.: seusite.com.br/blog), é assim que sites de referência em Marketing Digital como Neil Patel, Resultados Digitais e Rock Content usam em seus blogs.

Lembre-se: se você usar o blog como subdomínio (ex.: blog.seusite.com.br), esse subdomínio também deve ser inserido no Search Console (é como se ele fosse um novo domínio, um novo site).

Como conseguir relevância e aparecer na primeira página?

Essa é a pergunta do milhão. Para responder, precisamos entender o que o Google leva em consideração no momento de privilegiar um site.

Lembre-se, o Google precisa entregar o melhor resultado para seus usuários. Para entregar o melhor usuário ele combina uma série de critérios no momento de montar o seu ranking de sites. “São centenas fatores diferentes, como a data de criação dos conteúdos, o número de vezes que seus termos de pesquisa aparecem e a experiência do usuário nas páginas” (Site do Google sobre o funcionamento do seu algoritmo).

Vamos falar de alguns desses fatores.

Quantidade de Palavras-Chave

Falamos um pouco sobre isso no tópico anterior. A dica aqui é o cuidado com a repetição de palavras.

Quarta Dica de SEO: Cuidado com as punições.

Apenas repetir as palavras-chave e não se preocupar com o contexto pode ser detectado pelo algoritmo como uma tentativa de SPAM. Especialistas recomendam que, para evitar punições do algoritmo, suas palavras-chave não devem ser repetidas mais de duas ou três vezes a cada 100 palavras. Outros falam que deve aparecer até 6 vezes em um texto.

A dica é usar o bom senso, pense na qualidade e depois na quantidade. É comum encontrarmos especialistas recomendando que as páginas de um site tenham entre 900 e 2000 palavras para serem mais facilmente encontrada pelo Google.

Velocidade do Site

Lembre-se que o Google quer entregar a melhor experiência para seu usuário. Portanto, um site lento, não vai receber uma boa classificação no ranking de resultados.

Quinta Dica de SEO: Use o Page Speed Insights

Para verificar se o seu site tem um bom desempenho em velocidade utilize a ferramenta do Google chamada Page Speed Insights. Ele apresentará uma nota do desempenho do seu site para dispositivos móveis e para desktop (PCs, Notebooks), bem como recomendações para que você possa melhorar o desempenho do site.

Exemplo de resultado gerado pelo Page Speed Insights
Esta é uma imagem do resultado do teste de velocidade do nosso site.

Para realizar algumas melhorias você irá precisar de um desenvolvedor. Outras, no caso de sites em WordPress podem ser resolvidas com plug-ins. Algumas estão relacionadas com as imagens do site, imagens leves são essenciais para um carregamento rápido.

Links para o seu site em outro site

O algoritmo do Google entende que, se outros sites referenciam seu site e colocam links para o seu site, é muito provável que seu site tenha uma grande relevância. Quanto melhor a reputação do site que gera o link, melhor.

Sexta Dica de SEO: Use técnicas de Link Building

Link Building é o termo técnico da técnica para conseguir links para o seu site em outros sites. Clicando aqui você pode se aprofundar nesse assunto. Mas uma coisa simples que você pode fazer, é colocar links para seu site nos posts das suas redes sociais.

Ofereça uma excelente experiência para acessos vindos de celulares

O Google privilegia sites que entregam ótimas experiências em celulares. Para a grande maioria dos negócios, os acessos aos sites são feitos por meio de celulares. Seu site não pode carregar no celular com o mesmo layout e experiência de usabilidade que carrega no PC/Note book (desktop), .

Sétima dica de SEO: Acesse o seu site pelo celular e avalie a experiência.

Verifique a velocidade de carregamento, o tamanho das fontes, a facilidade de clicar nos botões e links, as margens do conteúdo (em alguns sites o conteúdo fica muito junto das bordas), a facilidade para acessar os menus. Ter um site que carrega muito bem no mobile, além de ajudar no ranqueamento do Google, oferecerá um experiência incrível para seus usuários.

Coloque o certificado de segurança no seu site

O certificado SSL diz ao Google que seu site é seguro para a navegação.

Oitava dica de SEO: verifique se seu site tem esse certificado

Seu site tem esse certificado se ele carrega na versão https://. Sites que não possuem certificado, carregam na versão http://, ou seja, sem o “s”, que significa segurança. No navegador Google Chrome você verifica se ele tem esse certificado observando um ícone de “cadeado” na barra de endereço.

Sites que utilizam ferramentas do Google têm mais chances de aparecer.

Falamos aqui do Google Search Console, mas também existem o Google Meu Negócio, o Google Maps, Google Marketing Platform, o Google Analytics etc.

Nona dica de SEO: Não deixe de adicionar o seu site em todos os recursos que o Google disponibiliza.

Décima dica de SEO:  Utilize ferramentas de diagnóstico

Existe várias ferramentas que pode ajudar você a identificar o desempenho do seu site e implementar melhorias simples.

  • Check Page Rank: Ferramenta gratuita que trará uma visão geral do desempenho da sua página em relação ao posicionamento do Google. Vale a pena fazer o teste com o seu domínio e o domínio dos seus concorrentes.
  • SEOptimer: Ferramenta com uma funcionalidade gratuita muito legal, que traz os pontos básicos de melhorias para o seu site relacionado à usabilidade, performance, segurança etc.
Exemplo das análises feitas pelo SEOptimer.
Exemplo de resultado trazido pelo site SEOptimer
  • Sitechecker: Ferramenta com recursos grátis muito úteis, que apresentam oportunidades de melhoria para o seu site.
  • Website Grader: Ferramenta gratuita desenvolvida pela Hubspot que traz informações de como melhorar o desempenho do seu site. –
  • Nos sites do Neil Patel, SEMrush e SimilarWeb também é possível usar versões gratuitas para avaliar o desempenho do seu site e do seu concorrentes e ter uma noção sobre as palavras-chave que estão ajudando a posicionar o seu site no google

Existem outras infinidades de soluções para otimizar o seu site para que ele seja encontrado e privilegiado pelo Google Buscador. Após desenvolver essas técnicas básicas, você poderá contratar um profissional especializado em SEO – Search Engine Optimization (otimização para mecanismos de busca), que poderá usar técnicas avançadas para melhorar o desempenho do seu site.

Resumindo, quando alguém perguntar por que o site da empresa não ranqueia bem no Google você pode responder sem medo de errar que:

  1. O negócio do Google é entregar o melhor resultado para as buscas de quem utiliza o buscador.
  2. Para isso, ele utiliza centenas de variáveis para eleger os sites que têm mais relevância, dentre elas, conteúdo com palavras-chave relacionadas à busca, velocidade do site, links de outros sites para o nosso site, experiência do site em celulares etc.
  3. O Google compara os resultados de milhões de sites e apresenta uma ordem dos sites que o algoritmo acredita ter mais relevância para aquele usuário que está pesquisando. Quando nossos concorrentes são empresas mais maduras e com mais investimentos em Marketing Digital, a competição é dura. Empresas com grandes orçamentos de Marketing investem bastante nos seus sites.
  4. A empresa tem que investir em um site bem desenvolvido, rápido, seguro, que ofereça uma excelente experiência quando carregado, que tenha seu conteúdo planejado estrategicamente e sempre atualizado.
  5. Existem profissionais especializados em aprimorar o desempenho do site para os mecanismos de busca, porém, estes serviços costuma ter um preço considerável e pode comprometer o orçamento de marketing. É um serviço que precisa ser feito de forma contínua para que possa dar resultados, pois a internet é muito dinâmica. Se seu negócio depende do digital para sobreviver, é preciso separar uma verba para este profissional.

Nossa recomendação é que as empresas tenham um site de carregamento rápido, desenvolvido e mantido por profissionais, com as tecnologias atualizadas constantemente e hospedado em um provedor seguro. Que o site tenha textos claros e pensados para explorar as palavras-chave mais relevantes para o seu público-alvo. Que a empresa tenha um blog ou uma seção de notícias sempre atualizada, que mostre ao Google que o site está em constante “movimento” de mudança. Esteja presente em todas as ferramentas do Google.

Até a próxima, pessoal!

Resumo das 10 dicas básicas de SEO básico para melhorar o desempenho do seu site.
Artigo completo em: www.planejamento.marketing
Confira o resumo das nossas dicas de SEO.

Planejamento.Marketing
Planejamento.Marketing